Estudo da percepção ética dos estudantes de graduação diante de dilemas concernentes a atividade turística

Autores

  • Taís Alexandre Antunes Paes Universidade Federal de sergipe
  • Denio Santos Azevedo Universidade Federal de Sergipe

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v10i2.873

Palavras-chave:

Atividade Turística. Percepção Ética. Graduação em Turismo

Resumo

O presente estudo teve como objetivo analisar a percepção ética dos estudantes diante de dilemas éticos de cunho social, econômico e ambiental comuns a atividade turística. A prática do turismo constantemente apresenta dilemas éticos em que os seus agentes sociais necessitam tomar decisões. Dependendo da forma como estas são tomadas, os efeitos, de tais ações, podem gerar benefícios ou malefícios para a sociedade devido às trocas constantes que ocorrem entre estes agentes sociais quando há a aquisição de serviços e produtos turísticos. É devido a tais aspectos que se faz proeminente analisar a percepção ética dos estudantes, uma vez que os mesmos serão futuros tomadores de decisões ou prestadores de serviços turísticos. Desta maneira, foram entrevistados 103 graduandos do curso de turismo de uma universidade pública do nordeste brasileiro considerando uma amostragem não-probabilística por acessibilidade e conveniência. Para tal análise foi desenvolvida uma escala com cenários de cunho social, econômico e ambiental. Os itens basearam-se nas seis questões morais pertencentes ao modelo integrativo de Jones (1991) que em conjunto formam a intensidade moral: magnitude das consequências, consenso social, probabilidade de efeito, imediatismo temporal, proximidade e concentração do efeito. Entre os resultados está uma maior percepção ética para o dilema de cunho ambiental e uma tendência de ação antiética para o dilema de cunho econômico.

Downloads

Publicado

2016-05-10

Edição

Seção

Artigos