Estratégias de gestão de pessoas e desempenho organizacional na hotelaria: o papel das capacidades organizacionais

Autores

  • Leilianne Michelle Trindade da Silva Barreto Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, Natal, Brasil
  • Lindolfo Galvão de Albuquerque Universidade de São Paulo - USP, São Paulo, Brasil
  • Carlos Alberto Freire Medeiros Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, Natal, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v8i2.727

Palavras-chave:

Gestão Estratégica de Pessoas, Estratégias de Gestão de Pessoas, Capacidades Organizacionais, Desempenho Organizacional, Hotelaria.

Resumo

O objetivo geral desta pesquisa foi estabelecer relações entre configurações de estratégias de gestão de pessoas, capacidades organizacionais e desempenho organizacional na hotelaria. Foi desenvolvido um estudo descritivo e relacional, de abordagem quantitativa, nos hotéis dos principais destinos turísticos de quatro estados do Nordeste do Brasil. As relações encontradas confirmam a sobreposição proposta por Cameron e Quinn (2006) entre as estratégias de gestão de pessoas do Modelo de Valores Competitivos e as capacidades organizacionais do Modelo de Múltiplos Papéis de Ulrich (1998). Análises complementares atestaram que os hotéis que conseguem desenvolver as quatro capacidades organizacionais de forma equilibrada alcançam um desempenho superior.

Biografia do Autor

Leilianne Michelle Trindade da Silva Barreto, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, Natal, Brasil

Professora Doutora do Departamento de Turismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN

Lindolfo Galvão de Albuquerque, Universidade de São Paulo - USP, São Paulo, Brasil

Professor Titular da FEA/USP

Carlos Alberto Freire Medeiros, Universidade Federal do Rio Grande do Norte - UFRN, Natal, Brasil

Professor do Departamento de Administração da UFRN

Downloads

Publicado

2014-09-09

Edição

Seção

Artigos