Perfil e percepção ambiental dos visitantes do flutuante dos botos, Parque Nacional de Anavilhanas, Novo Airão – AM

Marcelo Derzi Vidal, Priscila Maria da Costa Santos, Camila Vasconcelos de Oliveira, Lara Clímaco de Melo

Resumo


No Flutuante dos Botos, situado no Parque Nacional de Anavilhanas, município de Novo Airão-AM, desenvolve-se o turismo interativo com o boto-vermelho (Inia geoffrensis). As interações com os botos iniciaram em 1998 e, desde então, o empreendimento passou a ser o principal ponto turístico da cidade. Neste trabalho é apresentado o perfil e a percepção ambiental de 119 visitantes do Flutuante dos Botos. Conclui-se que o turismo interativo com os cetáceos no Parque Nacional de Anavilhanas é positivo tanto no âmbito econômico-social do município de Novo Airão, pois promove direta e indiretamente a geração de renda, quanto no âmbito ambiental, já que o modelo de turismo implementado é visto pelos visitantes como uma ferramenta que contribui para a conservação dos botos.

Palavras-chave


Inia geoffrensis; Unidade de Conservação; Turismo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.7784/rbtur.v7i3.583

Direitos autorais 2014 Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo

 

Revista Brasileira de Pesquisa em Turismo
e-ISSN: 1982-6125 -  Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. © 2002 / Todos os direitos reservados Associação Nacional de Pós-Graduação em Turismo (ANPTUR) - Contatorbtur@anptur.org.br