Estratégias de orientação para o mercado no setor turístico de Balneário Camboriú e Bombinhas (SC, Brasil)

Autores

  • Carlos Marcelo Ardigó Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Fabrícia Durieux Zucco Professora do Programa de Mestrado e Doutorado em Turismo da Univali. Professora do Depto de Comunicação da FURB
  • Olga Regina Cardoso Professora da UFSC do Programa de Pós Graduação em Engenharia de Produção (PPGEP) da UFSC

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v7i1.581

Palavras-chave:

Turismo, Orientação para o mercado, Alimentação e alojamento.

Resumo

A crescente competitividade do setor turístico exige das organizações maior capacidade de responder às demandas mercadológicas. Nesse contexto a orientação para o mercado (OPM) assume um papel relevante no que se refere à intensificação e manutenção dos negócios. A OPM vem sendo foco de inúmeros estudos, cujos principais achados correlacionam o desempenho superior das organizações em diferentes aspectos da peformance empresarial. Considerando a relevância do tema, este estudo, caracterizado como pesquisa de levantamento do tipo survey, de caráter descritivo, teve o objetivo de analisar as determinantes da escala para avaliação do nível de OPM proposta por Hooley, Saunders e Piercy (2005) no contexto de empresas do setor de alimentação e alojamento em dois municípios do litoral centro-norte do estado de Santa Catarina (Brasil): Balneário Camboriú e Bombinhas, nos quais o turismo representa a principal fonte econômica. Buscou-se avaliar a relação entre a OPM e os resultados financeiros subjetivos, segundo a percepção dos gestores, e comparar o desempenho do nível de OPM entre as duas cidades. Os achados não apresentaram evidências claras de que um maior nível de OPM possa influenciar positivamente ou negativamente nos resultados financeiros das organizações pesquisadas. A associação entre desempenho financeiro, OPM e suas determinantes foram pouco significativas na avaliação dos dois municípios. A pesquisa também indicou que o construto global da OPM é positivo e significante com todas as suas determinantes.

Downloads

Publicado

2013-04-13

Edição

Seção

Artigos