Proposta para a adequação da tipologia e para a identificação dos componentes biofísicos dos atrativos naturais nos destinos de ecoturismo no Brasil

Autores

  • Paulo dos Santos Pires Universidade do Vale do Itajaí

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v7i3.554

Palavras-chave:

Atrativos naturais, Ecoturismo, Paisagem.

Resumo

No contexto da relação entre o turismo e as áreas naturais e, mais especificamente, da demanda turística em relação à natureza e aos recursos nela contidos, capazes de despertar o interesse humano pelo contato direto, conhecimento e fruição, o presente artigo aborda a tipologia dos recursos naturais e atrativos associados nos destinos de ecoturismo no Brasil, com ênfase nos seus componentes biofísicos. Para tanto, realizou-se uma abordagem, sobretudo, qualitativa, voltada para uma amostra de operadoras de turismo na natureza e ecoturismo no Brasil. A análise de conteúdo dos dados compilados e sistematizados resultou, primeiramente, na apresentação de um quadro síntese da tipologia dos recursos naturais e das atividades que ocorrem nos 45 destinos do ecoturismo, identificados como os de maior oferta e com representatividade nacional. Em seguida, propõe-se um quadro para a classificação da categoria atrativos naturais, com uma tipologia associada às características relevantes e com aplicação específica para o registro dos atrativos do ecoturismo. Por fim, apresenta-se uma proposta de identificação e descrição dos componentes naturais dos destinos de ecoturismo com base em um modelo de composição visual da paisagem, exemplificada em três destinos preferenciais deste segmento. Os resultados obtidos expressam a possibilidade de se valer do ordenamento e da sistematização de informações sobre os atrativos naturais e atividades relacionadas, para alcançar um melhor padrão de apresentação e descrição da “matéria prima” das agências e operadoras de ecoturismo, assim, melhor atender às necessidades de qualidade e diferenciação requeridas para este segmento. Já para o meio acadêmico, poderá se constituir em uma contribuição metodológica para o ensino e a pesquisa sobre o tema.

Biografia do Autor

Paulo dos Santos Pires, Universidade do Vale do Itajaí

Paulo dos Santos Pires é Engenheiro Florestal pela UFSM-RS; especialista em Sensoriamento Remoto e Fotointerpretação pela UFSM-RS, bem como em Turismo e Hotelaria pela UNIVALI-SC; mestre em Engª Florestal (área de concentração Conservação da Natureza) pela UFPR-PR e doutor em Ciências (área de concentração Geografia Humana) pela US-SP. Como professor, orientador e pesquisador da Universidade do Vale do Itajaí – UNIVALI, atua na interface turismo, meio ambiente e conservação da natureza, junto à graduação em Turismo e Hotelaria e aos Programas de stricto sensu em Turismo e Hotelaria e Administração e Turismo. Atua também como consultor ad hoc da Fundação o Boticário de Proteção à Natureza e como avaliador e parecerista de revistas e eventos técnico-científicos da área de turismo e de conservação da natureza.

Downloads

Publicado

2013-11-28

Edição

Seção

Artigos