Cooperativas de Turismo: Uma Estratégia ao Desenvolvimento Turístico Integrado - Análise do Roteiro dos Imigrantes (Paraná, Brasil)

Autores

  • Eduardo Jorge Costa Mielke Instituto Integra Desenvolvimento Turístico e Responsabilidade Socioambiental.

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v4i1.317

Palavras-chave:

Cooperativismo. Desenvolvimento turístico. Turismo rural.

Resumo

Este artigo estabelece uma relação entre o tripé: cooperativismo, turismo rural e desenvolvimento fazendo uma abordagem destes elementos na análise do Roteiro dos Imigrantes, Estado do Paraná. O cooperativismo surge da necessidade de se unir esforços a fim de melhorar os processos de gestão. Este tipo de economia social tem inúmeras vantagens como instrumento de desenvolvimento do turismo rural, na medida em que um dos principais problemas do turismo rural encontra-se na fragmentação da oferta e na comercialização dos seus produtos e o cooperativismo une esforços e promove ações conjuntas e planejadas no sentido de organizar esta oferta agregando valores na formação do produto turístico e sua consolidação.

Biografia do Autor

Eduardo Jorge Costa Mielke, Instituto Integra Desenvolvimento Turístico e Responsabilidade Socioambiental.

Doutor em Gestão e Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Málaga. Professor e Pesquisador de Turismo. Instituto Integra Desenvolvimento Turístico e Responsabilidade Socioambiental,

Downloads

Publicado

2010-08-07

Edição

Seção

Artigos