Medição da experiência turística em Quito

Autores

  • Pablo Aníbal Torres Matovelle Universidad Tecnológica Equinoccial
  • Simone Baez

DOI:

https://doi.org/10.7784/rbtur.v12i1.1359

Palavras-chave:

Medição. Experiência turística. Dimensão. Indicadores. Inquérito.

Resumo

Embora a experiência turística tenha sido um assunto profundamente estudado, a necessidade de aplicar novos métodos para a sua medição a partir de uma perspectiva holística ainda permanece latente. O objetivo desta pesquisa é medir a experiência turística em Quito através do método de avaliação resumida com base em um conjunto abrangente de dimensões e indicadores propostos na literatura especializada e sua disposição gráfica através da matriz de análise importância - desempenho. Para fazer isso, uma análise é realizada de forma descritiva e inferencial, através da qual é validada uma proposta teórica de dimensões e indicadores da experiência do turismo, determinando a importância das dimensões e do desempenho percebido nelas, identificando os fatores influentes na satisfação do turista. O estudo valida o modelo teórico sujeito ao contraste empírico e mostra que a experiência turística em Quito é altamente satisfatória e influenciada por vinte e um aspectos-chave. Finalmente, a pesquisa determina que, nas dimensões: singularidade, qualidade multisensorial, qualidade racional e desenvolvimento pessoal, a experiência é equilibrada com as expectativas dos turistas durante a viagem; enquanto as dimensões: desenvolvimento e responsabilidade relacionais, experiência são percebida abaixo das expectativas.

Biografia do Autor

Pablo Aníbal Torres Matovelle, Universidad Tecnológica Equinoccial

Coordinador de Investigación

Facultad de Hospitalidad y Servicios

Publicado

2018-03-17

Edição

Seção

Artigos